equipe alta performance,

25 de agosto de 2016

6 erros que destroem uma equipe de alta performance


Segundo uma pesquisa realizada pela Corporação Rockfeller, de Pittsburgh, 68% dos clientes que deixam uma empresa, o fazem por conta da indiferença com a qual são tratados, ou melhor, porque são mal atendidos — número que revela a importância da gestão de pessoas em um negócio.

Assim, o desenvolvimento de equipes de alta performance é cada vez mais valorizado pelas empresas. Pessoas alinhadas e competentes são essenciais para a sobrevivência de uma organização no mercado, independentemente do segmento de atuação.

“Dê uma boa ideia a uma equipe medíocre e eles irão estragar tudo. Mas dê uma ideia medíocre a uma grande equipe, e eles irão consertá-la ou surgir com algo melhor”.

Essa frase, de Ed Cantimull, presidente da Pixar Animation e Disney Animation, revela a importância de equipes bem-sucedidas para o sucesso de um empreendimento.

Então, podemos concluir que, para qualquer negócio, é indispensável um bom time de trabalho. E, pensando nisso, elaboramos este post especialmente para você. Aqui vamos falar dos 6 principais erros que destroem uma equipe de alta performance. Acompanhe!

1. Falhas na comunicação interna

Pensar na comunicação levando em consideração apenas o público externo (os clientes finais) é um grande erro, pois o público interno (como já dito) também é indispensável para que um negócio possa existir.

Infelizmente, esse primeiro ponto é pouco considerado dentro das empresas, ocasionando um erro gravíssimo. A falta de comunicação eficiente pode trazer grandes danos ao time de trabalho e ao negócio como um todo. Peter Drucker, mestre da administração, diz que mais de 60% dos conflitos de uma empresa só acontecem por essa razão.

Os ruídos que interferem na comunicação sempre vão existir, mas com bastante esforço é possível minimizar seus efeitos. Atualmente, existem diversas ferramentas que podem otimizar a comunicação interna, como, por exemplo: TV corporativa, Intranet, mural, redes sociais, aplicativos e softwares.

2. Falta de metas inteligentes

Boas metas funcionam como uma bússola, indicando o caminho a ser seguido por todo o time de trabalho. Além disso, estimulam todos os envolvidos a se empenharem ainda mais na busca pelos resultados pretendidos pela empresa.

A falta de metas claras é considerado outro grande erro que pode destruir uma equipe de alta performance; sem elas, todo o time tende a ficar acomodado e disperso. As metas, diferentemente dos objetivos, que são mais amplos, tratam de modo específico cada atividade a ser realizada.

Um ótimo modelo para se seguir são as metas SMART, que consideram cinco principais pontos. Elas são específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com tempo bem definido. Além de tudo, as metas, quando bem ajustadas, devem indicar os responsáveis por cada atividade e servem com métricas de desempenho para mensurar os resultados obtidos.

3. Má definição da Missão, Visão e Valores

Como uma espécie de identidade, a declaração de Missão, Visão e Valores (MVV) serve para integrar toda a equipe a forma de pensar e agir da empresa, fazendo com que todos fiquem mais alinhados e engajados na busca por seus objetivos.

Entretanto, um grande erro é o problema do falar/fazer: instituições que declaram uma coisa, mas, na prática, agem de forma completamente diferente. A declaração de MVV não pode apenas servir de enfeite, mas deve ser parte real do dia a dia do empreendimento.

A declaração de missão é como uma resposta à pergunta “Para que estamos aqui?”. Já a visão, “Onde queremos chegar?”. Os valores, não menos importantes, uma resposta ao “Do que não abrimos mão?”. Algumas empresas, como a Coca-Cola, possuem declarações bastante inspiradoras.

4. Erros na hora de dar feedback

Por mais fácil que possa parecer, a falta de feedback (retorno) ainda é um dos maiores erros na gestão de equipes. Apesar de ser uma atividade simples, que não possui custos diretamente relacionados, é pouco (ou muito mal) praticada dentro das empresas.

O feedback jamais pode ser visto como uma “bronca”, muito pelo contrário, deve ser visto como uma oportunidade de crescimento e melhoria para todos. Quando bem praticado, não deixa ninguém constrangido, mas indica as principais deficiências e a serem corrigidas.

Para dar um bom feedback, faça uma avaliação de desempenho 360 graus com toda a equipe de trabalho. Avalie seus conhecimentos, habilidades e atitudes, e, para isso, conte com a ajuda de seus subordinados, líderes, colegas de trabalho e até mesmo dos próprios clientes da empresa. Essa visão holística trará mais segurança e conteúdo para o feedback.

5. Falta de recompensas

Boas recompensas motivam todos na busca por melhores resultados, mas sua falta pode trazer efeitos totalmente contrários. Por achar que o dinheiro é a única recompensa que realmente importa, muitos gestores deixam de utilizar dessa importante ferramenta na gestão de equipes.

Para que isso não aconteça, é importante esquecer o paradigma do dinheiro como a única possível recompensa. Hoje, existem muitas formas criativas de estimular a equipe na busca por resultados, mesmo com um orçamento enxuto.

Ótimas recompensas são descansos remunerados, jantares com acompanhante, rodízio de pizza, uma vaga exclusiva na garagem ou até mesmo aquele velho quadro de funcionário do mês. Antes de definir que recompensa usar, é importante se perguntar se ela realmente possui relevância para o time; se sim, já é um excelente começo.

6. Não se atentar ao clima organizacional

O clima organizacional é um dos mais importantes indicadores para o negócio. Um ambiente pesado pode indicar insatisfação de todo o time de trabalho com a liderança da empresa e prejudicar a produtividade dos colaboradores. Por isso, esteja sempre atento ao clima organizacional.

Esses são os principais erros que destroem uma equipe de alta performance, mas não os únicos, por isso é importante ficar de olho no ambiente interno e avaliar os pontos fortes e fracos do negócio.

Uma verdadeira equipe atua como um time de futebol, onde todos possuem um mesmo objetivo, compartilham da mesma missão, possuem competências que são complementares, e têm sintonia e confiança mútua.

E então, agora que já conhece os principais erros que destroem uma equipe de alta performance, deixe seu comentário em nosso post e compartilhe conosco suas dúvidas e experiências. Vamos lá!




Deixe seu comentário