clima organizacional,

julho 19, 2016

9 dicas para melhorar o clima organizacional


Imagine o seguinte cenário: seu colaborador chega para trabalhar e se depara com um ambiente desorganizado e sujo. Ao sentar em sua mesa para dar início às suas demandas, muitas delas atrasadas, ele olha para o lado e encontra um colega de trabalho mal-humorado e que só sabe reclamar da sua empresa. Como esperar produtividade com um clima organizacional desse?

Olhar para o clima organizacional da empresa é fundamental para otimizar o trabalho das equipes e maximizar os resultados. Mas, para atingir esse objetivo, você, gestor, precisa desenvolver algumas ações. Para te ajudar nessa tarefa, enumeramos 9 dicas. Confira!

1. Forneça um ambiente de trabalho adequado

Tudo começa pelo espaço de trabalho. Não adianta os colaboradores serem competentes se não puderem contar com um ambiente adequado para executar as inúmeras tarefas. Além da limpeza e de um número de banheiros proporcional ao tamanho de sua equipe, por exemplo, a organização do ambiente otimiza o tempo de trabalho dos profissionais. Já parou para pensar: quanto tempo um time inteiro perde por causa de um estoque ou arquivo bagunçados?

E a organização não diz respeito apenas aos setores em comum da empresa. Por isso, é interessante investir na conscientização. Faça um teste e pergunte: qual a importância da organização pessoal para seus resultados?

2. Faça pesquisas de clima organizacional

Mesmo com um ambiente limpo e organizado, sua equipe ainda pode não apresentar os resultados esperados. Então, cabe a você identificar os motivos e implantar ações corretivas. A melhor forma de fazer isso é mantendo um diálogo próximo de seus colaboradores e realizando pesquisas de clima. Tais pesquisas fazem análises do relacionamento dos profissionais entre si e com a empresa, identifica pontos de melhorias e pontos fortes da organização.

O simples fato de fazer reuniões individuais ou em grupo e se mostrar aberto a entender as necessidades de sua equipe já surtirá efeito positivo.

3. Garanta a saúde básica da sua equipe

Mesmo que em um primeiro momento pareça ser um gasto, facilitar o acesso a um plano de saúde privado aos seus profissionais é uma estratégia vencedora. Tal prática é tão positiva que hoje em dia é raro ver grandes empresas que não oferecem, espontaneamente, planos odontológicos e de saúde aos seus colaboradores.

E, se possível, vá além: invista em prevenção! Grande parte dos planos de saúde empresariais oferecem palestras e treinamentos diversos. Ter uma equipe saudável é essencial para motivá-la a fazer a empresa crescer.

4. Estabeleça metas viáveis

Ao estipular metas é de extrema importância que você seja realista. Por mais que sua empresa queira ou precise crescer 200% no ano, reflita se isso é possível. Metas inalcançáveis desestimula profissionais. Isso acontece, porque eles conhecem a realidade e as dificuldades da empresa em lidar com tais metas astronômicas.

Faça uma boa análise da situação econômica do seu mercado e das possibilidades reais. Com base nisso, projete o crescimento desejado e mostre para os colaboradores que é possível alcançá-lo.

5. Ofereça programas de benefícios

Por vezes, ouvir e garantir a saúde não basta para motivar pessoas. Nesse caso, é preciso que elas sejam estimuladas a alcançar os objetivos de crescimento na empresa. Caso contrário, tenderão a fazer apenas o necessário, o básico, para manterem o status quo. Uma ótima forma de conseguir essa proeza é por meio dos programas de benefícios.

Seja em grupo ou individualmente, oferecer benefícios aos colaboradores que cumprirem uma meta, como reduzir o expediente em algum dia, ampliar o tempo de férias ou até mesmo investir monetariamente na valorização dos que merecem traz excelentes ganhos para a empresa. Desafie os profissionais a serem melhores e os premie ao atingirem a sua meta.

6. Treine sua equipe em prol da excelência

Uma equipe despreparada não vai te trazer bons resultados, por mais que você ofereça benefícios que façam seus olhos brilharem. Para manter um desenvolvimento constante é preciso entender que o capital humano da empresa é peça importante para o crescimento. Investir nas equipes e tão importante quanto a atualização de equipamentos.

Treine-os para que desenvolvam tanto capacidades técnicas quanto competências pessoais, como boa escrita e oratória ou relacionamento interpessoal. O conjunto disso tudo facilitará o sucesso deles em superar metas e, aí, sua empresa ganhará ainda mais. Um tema ótimo para treinamento é otimização do tempo.

7. Invista em programas sociais

Seja de inclusão de pessoas à sua equipe ou na prestação de serviços à sociedade. Investir em programas sociais é uma prática cada vez mais comum nas empresas de sucesso. Tal ação humaniza a organização e promove orgulho para os colaboradores e envolvidos.

Estimule sua equipe a prestar serviços sociais e desenvolva ações com objetivo de ajudar o próximo. Sejam arrecadações de mantimentos e roupas ou até mesmo na liberação periódica de seus colaboradores para visitas em orfanatos, asilos ou hospitais.

8. Flexibilize horários das equipes

Se a sua empresa trabalha com resultados e não com horários, qual a necessidade de todos colaboradores estarem às 8h00 da manhã na empresa? Atualmente, um dos grandes desafios trabalhistas proporcionados pela tecnologia é a possibilidade de acessar facilmente as pessoas, independentemente da localização geográfica.

Você já pensou em adotar períodos de home office ou de ser rígido nos prazos das tarefas, mas flexível nas exigências com horários? Algumas equipes já não têm mais a necessidade de ficar 8 horas por dia presente na empresa. Então, reflita sobre essas possibilidades e permita que seus profissionais passem mais tempo com a família.

9. Seja um líder, não um chefe

Muitas empresas têm aprendido da pior maneira como o formato de gestão ideal mudou. A era do chefe, que manda e cobra resultados já passou há algum tempo e é cada vez mais essencial conceder mais humanidade no trato com os colaboradores. Não se trata de passar a mão na cabeça e ignorar falhas, mas de otimizar expressivamente resultados por meio do engajamento.

Seja um líder que qualifica seus profissionais e os ajuda a aperfeiçoar as estratégias de atuação. Isso faz com que eles se sintam mais confiantes e capazes de superar os desafios do dia a dia da sua empresa. Inclusive, não centralize decisões e delegue tarefas. Se você tem dificuldade, confira nosso post sobre gestão de equipes e por que é tão difícil delegar!

Agora é sua vez: conte para a gente se você já colocou em prática alguma dessas dicas para melhorar o clima organizacional! E compartilhe, nos comentários, os resultados de suas experiências.

4 Comentários

  1. Roberto Almeida disse:

    Objetivo e prático.Que os gestores possam ler.Parabéns.

  2. […] é que a falta de informação leva ao surgimento de rumores que afetam o ânimo da equipe, o clima organizacional e a confiança nos gestores. Edições são importantes porque nem todos os detalhes interessam ao […]

  3. Adriana Oliviera disse:

    Adorei.
    Meu grande desafio é conscientizar meus gestores da necessidade de mudar comportamentos em prol de um clima melhor.
    Este artigo com certeza me ajudará na confecção do meu projeto.
    Grata.




Deixe seu comentário