Crise,Empreendedor,

julho 13, 2017

Como empreendedores devem lidar com crises


Empreender é uma iniciativa fascinante e desafiadora. O caminho para o sucesso não é linear, sem qualquer tipo de percalço. Ter um negócio próprio envolve riscos que podem redundar em eventuais derrotas, mas muitas vezes vão levar o empreendedor a um novo patamar. Existem maneiras inteligentes e inovadoras de lidar com situações de crise. Quem se prepara bem para encarar as dificuldades leva vantagem, independentemente do segmento de atuação da sua empresa.

Muitas pessoas demonstram resistência em antecipar possíveis dificuldades, pois já enxergam o revés antes mesmo de ele acontecer. Evidente que haverá momentos turbulentos, mas o que diferencia os grandes líderes é a capacidade de levantar a cabeça para enxergar à frente para minimizar riscos e projetar a volta por cima em caso de possíveis quedas durante o percurso. Confira a alguns caminhos para empreendedores superarem as inevitáveis situações de crise.

 

Tenha a reação que qualquer crise exige

Quando a crise aparece, a última coisa que um líder deve fazer é perder o foco e se desesperar. A situação de crise exige calma e sabedoria para que o empreendedor seja eficaz para corrigir a rota. Mas vale destacar que calma demais também não ajuda durante uma crise. O planejamento precisa ser rápido para logo se converter em uma ação reparadora. Se você pensa em empreender, lembre-se que haverá momentos de adversidade, o que não significa que o negócio está fadado ao fracasso. Encare isso como um teste para dar a volta por cima e fortalecer a empresa em seu mercado de atuação.

CRISE8

 

Quer um bom exemplo de como as crises fazem parte do jogo?

Há exatos 20 anos, a Apple vivia um momento de grande dificuldade. Steve Jobs recorreu ao chamado “inimigo íntimo” para conseguir o aporte que salvaria a empresa e permitiria a histórica ascensão da marca. Bill Gates, proprietário da Microsoft, emprestou US$ 150 milhões para salvar a concorrente (evidente que Gates não fez isso à toa; ele garantiu em contrato a presença do pacote Office pelos cinco anos seguintes nos computadores Apple).

 

Antecipe os obstáculos

Já está claro que uma empresa livre de crises é quase um conto de fadas, certo? Bons empreendedores, cientes desse fato, sabem se antecipar aos momentos de adversidade para apagar os incêndios antes que se alastrem. É como ter em casa aquele remédio para gripe que vai resolver o seu problema ao primeiro sinal de irritação na garganta. O que não se pode fazer é ignorar sintomas quando eles aparecem.

O planejamento estratégico deve ser bastante detalhado para que nenhuma crise pegue o líder de surpresa. É fundamental criar uma planilha que faça a comparação entre o dinheiro que entra e o dinheiro que sai da empresa. Isso inclui o gasto com funcionários, produtos, serviços, projetos e tudo que compõe o negócio. O empreendedor deve olhar com uma lupa para os números, pois algumas variações mensais podem ser importantes indicativos de que algo negativo está por vir.

CRISE7

 

Procure inovar sempre

Em qualquer mercado, as empresas que tomam medidas inovadoras tendem a superar situações de crise com menos dificuldade. Basta pensar que, quando a adversidade aparece, as mais afetadas serão aquelas companhias que já estão defasadas em relação ao que há de mais moderno no mercado.

O empreendedor deve ser uma pessoa inquieta que está sempre em busca de caminhos para tornar o seu negócio uma referência em inovação. Isso ajuda no gerenciamento de crises e funciona também como combustível para manter os colaboradores sempre a fim de fazer mais por se sentirem parte de um time que não aceita ficar parado no tempo. Portanto, se você deseja empreender, deve estar atento às maiores tendências do mercado em que vai atuar.

(Inovação tem tudo a ver com tecnologia, por isso o líder deve entender como reduzir a resistência dos colaboradores ao uso de softwares. Clique aqui para acessar o nosso artigo que mostra como fazer isso)

 

Seja criativo na busca por soluções

A forma como o líder faz a gestão da sua equipe, por exemplo, pode ser criativa, se ele tiver a capacidade para tirar de cada colaborador o seu melhor. Isso se traduz na promoção de alguém com um rendimento acima da média ou na mudança de função do colaborador que pode render mais em outro cargo. Mas para fazer isso, o empreendedor precisa conhecer de verdade a sua equipe.

(Leia também: Quais são os vilões da produtividade das equipes?)

A criatividade pode aparecer também na forma como o líder enxerga os produtos e serviços oferecidos pela empresa. Será que algum produto precisa de uma alteração estratégica? Ou poderia funcionar em outro mercado? O empreendedor deve ser curioso e sempre fazer perguntas (para si e para os colaboradores) em busca de melhorias. O líder que encontra as saídas mais criativas, certamente, verá a sua empresa sair mais forte da crise

CRISE5

 

Momentos de crise fazem parte da vida

Você já parou para pensar em como uma derrota pode afetar uma pessoa despreparada, sem resiliência? Basta uma falha para ela achar que aquilo é o fim do mundo e nada tem jeito. Empreendedores bem-sucedidos jamais pensam assim!

Quem quer empreender precisa, antes de qualquer coisa, entender que as experiências ruins não podem nos definir. São apenas uma parte do caminho em direção ao sucesso. Nenhuma companhia chegou ao top o sem tropeçar, isso não existe. Liderar é uma arte que passa também por aceitar os próprios erros.

Deseja se tornar um grande líder empreendedor ? Convidamos você a conferir o vídeo de Christian Barbosa – maior especialista em produtividade do Brasil – sobre a implementação de mudanças, outro desafio que qualquer empreendedor enfrenta ao longo da sua jornada.




Deixe seu comentário