doença da urgência,urgência,

julho 21, 2017

Como eliminar a “Doença da Urgência”


Temos a urgência como um problema não só por diminuir a produtividade, mas também porque ela e uma geradora de estresse e pode até causar problemas piores de saúde. Ela também é prejudicial para o ambiente de trabalho, fazendo com que tudo pareça muito “corrido” e que as entregas de tarefa acontecem por pouco.

Infelizmente é comum ver pessoas acostumadas a trabalhar num ambiente de trabalho urgente. E nessa parte que temos que nos livrar da “doença da urgência”, para que as coisas importantes não virem urgentes, por falta de antecipação.

 

Dica para deixar de viver na urgência

O lema do Christian Barbosa diz tudo: “Pare de correr e comece a andar”. Evitar planejar o dia e sim a semana, para não entrar direto na urgência é muito eficaz. Sempre planeje no mínimo três dia pra frente; por exemplo se hoje for segunda, coloque na agenda o que fará terça, quarta e quinta – isso fará com que você “não fique a mercê das urgências e mas sim focado no seu importante”.

 

Dormir menos te faz produtivo?

Quem acredita que dormir pouco é uma ajuda para ser mais produtivo, se engana! A “moda” de acordar às 4 ou 5 da manhã, para realizar as principais tarefas do dia, para às 8 estar pronto para o trabalho, nós faz pensar que somos péssimos por acordar no horário normal (às vezes até com dificuldade).

Passar a dormir menos para acordar cedo ao contrário do esperado, prejudica a performance de muitos por ficarem com sono, irritados e com menos foco. Isso abala diretamente a produtividade. “Então nada de modinha, dormir pouco e acordar cedo não é tão benéfico quanto acordar mais tarde, no seu ritmo natural, e fazer o seu dia funcionar melhor”, reforça Christian.

 

 

Esse texto faz parte da série “Falando sobre Produtividade e Gestão de tempo” do podcast V4Cast, onde Christian Barbosa foi convidado para um bate-papo sobre o tema por Daniel Grundzinski. Clique aqui para ler os posts anteriores.




Deixe seu comentário