colaborador,criatividade,empresa,gestor de equipes,

10 de maio de 2018

6 dicas para estimular o pensamento criativo no dia a dia


A criatividade é uma das virtudes mais valorizadas nos mais diversos segmentos da economia. Ela é a mãe da inovação e, sem dúvida, pode ser uma poderosa aliada para o sucesso da sua empresa. Um dos grandes desafios dos líderes é estimular o pensamento criativo no dia a dia de sua equipe. Isso porque, geralmente, as atividades rotineiras podem levar a uma estagnação e sufocar a criatividade dos colaboradores.

Este artigo reúne dicas que contribuem para estimular o pensamento criativo. São técnicas simples que podem ser aplicadas por qualquer pessoa e produzir resultados significativos.

(Leia também: Como manter a produtividade no trabalho sem perder a criatividade)

 

1- Busque espaços com som ambiente e iluminação suave

Diz o senso comum que ambientes extremamente calmos e silenciosos são adequados para estimular o pensamento criativo. Porém, uma música ambiente – em um volume adequado – pode ajudar na liberação das grandes ideias. O mesmo vale para a iluminação do espaço, que não deve ser exagerada.

Certamente, o gosto pessoal exerce alguma influência na escolha do som ambiente. Mas vale a pena priorizar músicas mais neutras, que não prendam tanto a atenção e funcionem como pano de fundo. Em relação à iluminação, alguns preferem luz natural, outros conseguem elevar o foco com um abajur. A dica neste ponto é fugir dos ambientes excessivamente claros.

Você sabia que existem alguns estudos que relacionam a criatividade à baixa luminosidade do ambiente?

 

2- Procure sair da zona de conforto

Cada pessoa tem o seu relógio biológico e tende a render mais em determinado período do dia. Tem gente que funciona melhor à noite, outros produzem mais durante a manhã.

É natural que todos priorizem os períodos em que consideram ser mais produtivos. No entanto, é válido escapar da zona de conforto de vez em quando para estimular o pensamento criativo. Quando há uma alteração na rotina e nos horários, seu cérebro precisa se adaptar. Esse processo pode parecer cansativo, mas desperta a criatividade porque você deixa de lado o “piloto automático”.

Caso você não tenha condições de fazer grandes rupturas na rotina, busque alternativas. Encontre atividades com as quais não esteja acostumado para incentivar seu cérebro a trabalhar em uma vibração diferente.

 

3- Crie limites na busca por novas ideias

Muitos associam a liberdade plena com o pensamento criativo. Contudo, trabalhar dentro de certos limites pode fazer muito bem a quem deseja tirar coelhos da cartola.

A liberdade absoluta se traduz na ausência de prazo, por exemplo. Imagine que você deseja tirar um grande plano do papel, mas ainda não teve as ideias certas para isso. Se não houver um prazo preestabelecido, a tendência é que você comece a andar em círculos e procrastinar.

Por outro lado, a definição de um deadline pode impor um novo ritmo e fomentar novas ideias. Claro que o prazo deve ser coerente com o tamanho do projeto, pois, do contrário, o sentimento forte de urgência pode ter efeito negativo.

O estabelecimento de limites vale também para os materiais e o espaço físico a serem utilizados durante o processo criativo. Mais uma vez, vale a dica do bom senso, já que a limitação excessiva é capaz de impedir o surgimento de ideias verdadeiramente criativas.

 

4- Tenha um caderno para anotar novas ideias

Uma grande ideia pode surgir em momentos inesperados. Quando você está deitado pronto para dormir, quando está no banho, dirigindo… Por isso, é fundamental anotar tudo em um caderno para garantir que uma possível ideia de ouro não se perca pelo caminho.

Documentar todas as novas ideias vai lhe ajudar a fomentar o pensamento criativo. Há grandes chances de encontrar afinidades entre algumas delas para dar vida a ideias ainda mais promissoras.

As anotações não precisam ser apenas a transcrição exata de pensamentos consolidados. Pode ser uma palavra, uma frase ou qualquer outro elemento que possa ser útil posteriormente.

 

5- Evite se prender à primeira ideia que surgir

Durante um processo criativo, muitas ideias podem aparecer. Cabe à própria pessoa ter discernimento para separar o joio do trigo. Um ponto importante é evitar que uma ideia aparentemente genial seja tomada como solução definitiva.

É verdade que a ideia surgida em pouco tempo pode ser boa de fato, mas será que não há como aprimorá-la? Uma boa solução em casos assim é expor a ideia ao julgamento de seus pares. A avaliação externa pode render novos insights ou até mesmo mostrar que se tratava de uma grande furada.

O processo de correção e lapidação faz parte da construção criativa. Não há nada de errado em perceber que certas ideias não eram tão eficazes quanto pareciam em um primeiro momento. É aceitável defendê-las, mas é preciso reconhecer quando elas carecem de alguns reparos.

(Leia também: Anitta ensina 7 lições de empreendedorismo em Harvard)

 

6- Enxergue a si mesmo como uma pessoa criativa

Para trazer à tona grandes ideias, nada melhor do que ser uma pessoa criativa, não é mesmo? Por isso, uma dica importante é se ver como alguém que esbanja criatividade. Talvez essa atitude soe como algo vazio ou até arrogante, mas crer no contrário tem tudo para limitar o desenvolvimento de ideias.

Quem deseja encontrar soluções criativas deve se ver como alguém capaz disso. Uma boa forma de se manter positivo é não ser tão duro no julgamento das primeiras ideias que surgirem.

Apesar de ser errado se apegar demais a um pensamento inicial (conforme explicado na dica anterior), tampouco é correto entender que as ideias estão todas extremamente pobres. Uma atitude negativa levará à desmotivação e impedirá que novas ideias possam brotar em seu cérebro.

 

Gestor de equipes precisa estimular o pensamento criativo

As dicas apresentadas até aqui são ainda mais valiosas para gestores de equipes. Esses profissionais devem seguir as orientações em sua rotina pessoal e também incorporá-las em seus times.

Líderes têm muito a ganhar se conseguirem tornar suas equipes mais criativas. A tendência é que o trabalho renda muito mais e os resultados sejam positivos individual e coletivamente. Se você atua na gestão de equipes, procure adotar também iniciativas que levem a um aumento na produtividade. Um time mais criativo e mais produtivo consegue superar expectativas e elevar o nível da empresa.

Estimular o pensamento criativo no ambiente corporativo é uma grande mudança. Aproveite e veja quais atitudes o gestor de equipes deve adotar para executar mudanças de forma mais eficaz.




Deixe seu comentário