colaboradores,empreendedorismo,empresa,estratégia,inovação,liderança,

11 de julho de 2019

Perfis de liderança: conheça os 4 maiores quando o tema é inovação


Empreender em mercados cada vez mais concorridos é um exercício que demanda uma série de virtudes, dentre as quais criatividade. Por isso, vale muito a pena conhecer os grandes perfis de liderança quando pensamos em inovação.

Nesse post apresentamos quais são esses perfis de liderança, como eles se relacionam entre si e quais níveis de inovação eles possibilitam. Dois deles podem ser caracterizados como inovadores, enquanto os outros dois têm maior resistência à transformação.

Os perfis de liderança podem ser mutáveis e complementares

Os quatro grandes perfis de liderança com foco em inovação não devem ser encarados de forma independente. Cada um deles tem certo grau de inovação, do mais ousado ao mais conservador. Talvez, você entenda que atualmente pende para algum dos perfis e, dentro de alguns anos, se veja mais parecido com outro. 

Aliás, é natural que essas mudanças aconteçam à medida que evoluímos profissionalmente. Os perfis de liderança são mutáveis, da mesma forma que as pessoas mudam com o passar do tempo. Pode acontecer, ainda, de você se enxergar em mais de uma categoria. Isso pode ser bastante positivo se você conseguir extrair os pontos positivos delas.

Veja quais são os quatro perfis:

O revolucionário é o primeiro dos perfis de liderança a aparecer na lista

1. Revolucionário

Quando pensamos em inovação, a associação com uma postura revolucionária é bastante natural. Adotar um caráter de ruptura é próprio de quem inova, por isso o primeiro grande perfil é o revolucionário.

As características desse tipo de líder têm muito a ver com o modo de pensar de um designer. Uma pessoa que mantém a sua mente aberta, alimenta a própria curiosidade e se sente energizada por novas ideias. Esse mindset cria as bases para alguma criação inovadora.

O revolucionário vê a mudança como uma oportunidade, não como uma barreira. Também por isso esse líder está em permanente contato com seus clientes, pois busca compreender profundamente as suas dores para resolvê-las de forma inovadora. Ainda nesse sentido, o revolucionário não se retrai com medo de percalços ao longo do caminho. Isso acontece porque ele tem confiança em sua missão de entregar novas soluções a quem confia em sua marca. Sem dúvidas, o revolucionário é o perfil mais inovador.

O perfil de liderança evolutivo tem um caráter mais cauteloso

2. Evolutivo

Ao contrário do revolucionário, o perfil evolutivo tem um caráter mais cauteloso e menos disruptivo. A inovação do líder evolutivo se dá de forma mais gradual e com base em muitos experimentos.

O evolutivo acredita ser prudente evitar a empolgação diante dos primeiros sinais positivos de uma nova ideia. Seu objetivo, com isso, é o de preservar a empresa e de testar exaustivamente a ideia para validá-la de forma mais segura.

A relação entre o revolucionário e o evolutivo merece ser bem explorada. Um ponto em comum entre os dois perfis é a aproximação dos clientes como forma de potencializar novas criações. 

Há casos em que um líder tinha perfil revolucionário e teve algumas derrotas quando as inovações não tiveram o êxito esperado. Em um segundo momento, é possível que essa pessoa adote uma postura mais ponderada, ou seja, se aproxime do perfil evolutivo.

Apesar do receio em falhar em certos momentos, o perfil evolutivo também pode ser considerado inovador.

O perfil tradicionalista é mais resistente à mudanças

3. Tradicionalista

Como o próprio nome sugere, os líderes tradicionalistas se sentem seguros quando os resultados da empresa estão satisfatórios. Eles não têm a inquietude dos revolucionários e também não buscam construir o caminho da inovação como os evolutivos. Por isso, é possível interpretar o tradicionalista como um perfil mais reticente com relação a decisões inovadoras.

Em muitos casos, os tradicionalistas realizaram feitos inovadores e entraram em uma zona de conforto diante do sucesso. O movimento faz com que esses líderes finquem os dois pés no chão, algo que limita a capacidade de seguir inovando.

O tradicionalista tem ampla capacidade analítica e, quando se dispõe a inovar, pode atingir grandes resultados. À medida que ele direciona a sua visão estratégica para o desenvolvimento de novas ideias, é possível que ele caminhe para o grupo dos evolutivos.

O reacionário é relutante à mudanças, mas consegue se adaptar fácil ao se deparar com problemas

4. Reacionário

O perfil reacionário é o mais relutante quando o assunto é inovar. Sua postura é bastante conservadora e baseada em conceitos já bem estabelecidos. O medo do desconhecido é uma característica marcante do reacionário, que enxerga o pior cenário possível para refutar possíveis inovações.

Entretanto o reacionário pode migrar para algum dos outros perfis a partir do momento em que percebe como a experimentação traz benefícios para as empresas. Essa transição pode acontecer, principalmente, no contato com o cliente, que costuma apresentar as suas demandas de forma direta – reclamação – ou de forma indireta – ao optar pela concorrência.

Faça uma avaliação sobre os seus colaboradores

Faça uma avliação sobre os perfis de liderança presentes na sua equipe

Agora que você conhece os quatro grandes perfis em termos de inovação, que tal avaliar os integrantes da sua empresa? Trata-se de um exercício individual. Você pode se basear em anotações que tenha sobre os colaboradores, por exemplo.

Essa avaliação pode mostrar ao líder quais membros de sua equipe têm maior potencial de despertar a inovação dentro da empresa. Os que lhe parecerem mais promissores podem ser olhados com atenção, inclusive com a possibilidade de promoção para motivá-los.

Medidas desse tipo podem ser encaradas como um investimento no negócio. Dar mais espaço a pessoas com perfil inovador amplia as chances de êxito da empresa em seu segmento de atuação.

Entretanto, cabe uma ponderação importante. Se cercar de colaboradores revolucionários pode ser perigoso para a empresa, pois há o risco de um desequilíbrio com o excesso de energia disruptiva. Equilibrar a equipe com perfis conservadores tende a resultar em uma receita mais equilibrada.

A ferramenta que todo líder deve utilizar

Independentemente de qual seja o seu perfil de liderança, é recomendável utilizar a tecnologia a favor do seu negócio. Um dos softwares mais importantes para quem está no comando é o Neotriad, uma ferramenta direcionada à gestão de equipes e ao melhor controle do tempo.

O Neotriad é um software prático e moderno, ideal para todos os membros da sua empresa usarem no dia a dia. Com o sistema, você e sua equipe passam a ter um controle melhor sobre projetos em andamento e sobre cada uma das atividades rotineiras. Conheça o Neotriad agora mesmo e faça um teste gratuito em sua empresa durante duas semanas!




Deixe seu comentário