colaborador,Educação,empresa,liderança,mercado,planejamento,produtividade,

21 de fevereiro de 2019

Planejamento escolar é fundamental em instituições de ensino


Nos mais diversos setores e segmentos empresariais, o planejamento é essencial para a conquista de grandes resultados. Quando se trata da área de educação, não é diferente. O planejamento escolar deve ser valorizado por todos os gestores envolvidos, pois ele é o alicerce da instituição de ensino.

Nesse post, explicamos a importância do planejamento escolar e apontamos alguns dos caminhos para colocá-lo em prática de forma eficaz.

Planejamento escolar: o que é e qual a sua importância

Entender a importância do planejamento escolar é essencial

O planejamento escolar é como um amplo diagnóstico daquilo que uma instituição de ensino se propõe a fazer para garantir o melhor ambiente de aprendizado aos alunos. A construção de uma relação adequada entre professor e aluno, a infraestrutura necessária para o ensino e o corpo docente são alguns dos componentes do planejamento escolar.

Com a noção exata do tipo de formação que será oferecida, a escola pode organizar suas iniciativas para que os professores assumam as rédeas já com um eixo condutor bem sólido para realizarem seu trabalho.

O planejamento escolar é, portanto, o conjunto de estratégias que possibilitam um aprendizado pleno por parte dos estudantes. Sua importância é ímpar, pois, sem um bom planejamento, uma instituição de ensino não tem condições de realizar aquilo que está em sua essência.

O que está envolvido no planejamento escolar?

A organização do material escolar é um dos pontos necessários para o planejamento

Um planejamento escolar consistente é aquele que passa por diferentes pontos necessários de uma instituição de ensino. É importante ter em mente que as estratégias devem ser revistas, preferencialmente, no final de cada ano letivo. Isso ajuda a projetar melhorias para o ano seguinte. Conheça alguns dos aspectos a serem trabalhados:

  • Apresentação dos resultados: por ser uma tarefa anual, o planejamento escolar deve começar pela análise dos resultados. Os alunos foram mal em alguma matéria específica? Houve queixas em relação à didática de algum professor? Essa avaliação é benéfica e possibilita avanços importantes para o ano seguinte.
  • Divisão das turmas: o número de alunos por sala e a distribuição deles para preservar o bom convívio é determinante para manter a harmonia em sala de aula.
  • Organização dos materiais: é importante que o professor tenha sempre à mão os materiais e equipamentos necessários para enriquecer o aprendizado.
  • Definição da grade horária: a separação por disciplina e a carga horária de cada uma deve ser planejada de acordo com a disponibilidade dos professores.
  • Recepção de novos professores: é preciso receber bem os novos integrantes do corpo docente e envolvê-los na dinâmica de ensino da instituição.
  • Definição de objetivos: trabalhar com metas torna os profissionais mais produtivos e ajuda no aperfeiçoamento do ensino.

Basta fazer o planejamento escolar uma vez ao ano?

A construção do planejamento escolar ao final do ano letivo é bastante saudável, pois projeta uma evolução. Porém, o planejamento não deve ser entendido como um corpo estático. Ao longo dos meses, os gestores e membros da equipe vão identificar oportunidades e poderão implementar melhorias nas estratégias.

Conforme o ano letivo se desenrola, diferentes situações podem levar a uma revisão do planejamento escolar. Os líderes da instituição devem estar bem atentos para não perderem chances de aperfeiçoar o dia a dia.

Os 3 pilares do planejamento escolar

O plano de aula é a última fase do planejamento escolar

Para que o seu planejamento escolar seja realmente eficiente, vale a pena dividi-lo em três grandes grupos: da escola, de ensino e de aula. Entenda como cada um funciona:

Planejamento da escola: é a parte mais ampla de todo o plano. Por isso deve incluir os objetivos nas diferentes dimensões que compõem a gestão, ou seja, parte pedagógica, financeira, de recursos humanos e administrativa.

Plano de ensino: essa etapa do planejamento escolar detalha todos os fundamentos técnicos e teóricos de cada disciplina. Os conteúdos previstos para as matérias e também as expectativas de aprendizagem aparecem no plano de ensino (ou plano curricular).

Plano de aula: o último pilar do planejamento escolar mapeia toda a sequência de aulas que será aplicada ao longo do ano letivo. Esse documento inclui também as informações sobre conhecimentos prévios que os alunos devem ter para atingirem o melhor aproveitamento das disciplinas.

Os passos da construção do planejamento escolar

Faça um diagnóstico do ano anterior

Está claro que o planejamento escolar tem papel decisivo no sucesso de uma instituição de ensino. Mas quais são os passos para colocar tantas estratégias em movimento?

Confira abaixo as etapas que compõem a construção do planejamento escolar:

1. Faça um diagnóstico do ano anterior: o que deu certo? O que deu errado? É importante que a avaliação não se resuma a documentos, mas também inclua conversas particulares com professores e outros colaboradores. Assim, eles podem expressar eventuais insatisfações e dar sugestões.

2. Identifique os fatores externos: muitas vezes os problemas apresentados pelos professores têm relação com fatores externos. A realidade da escola, o contexto social em que ela está envolvida, ou alguma legislação específica podem desencadear insatisfações do corpo docente.

3. Defina o cenário ideal: os problemas identificados são importantes para a definição de um cenário ideal. Nessa etapa, a ideia é projetar o que pode ser feito para minimizar ou eliminar as questões negativas.

4. Determine objetivos: após desenhar o cenário ideal, chega o momento de determinar os objetivos a serem alcançados pela instituição.

5. Descreva as ações a serem adotadas: objetivos têm um caráter mais amplo, por isso devem ser seguidos de uma descrição das ações que serão executadas ao longo dos meses. Esse é o ponto em que os líderes definem os pequenos e grandes passos a serem tomados para cumprir os objetivos e garantir o sucesso do planejamento.

Uma dica final para o bom planejamento escolar

Além das medidas apresentadas até aqui, é possível recorrer a uma ferramenta digital para aperfeiçoar o planejamento escolar. Com o Neotriad, as instituições de ensino atingem um novo nível de produtividade e todas as atividades do dia a dia passam a render mais. O software de gestão de equipes Neotriad é uma ferramenta acessível e de fácil implementação. Por isso, vale a pena os gestores na área da educação conhecerem. Aproveite e faça um teste gratuito com sua equipe durante duas semanas. Basta clicar aqui!




Deixe seu comentário