gestão de tempo,gestão pessoal,home office,

8 de dezembro de 2016

Trabalhar em Home Office: 8 melhores práticas para a sua produtividade


Trabalhar em home office pode ser uma excelente experiência: o conforto e a qualidade de vida são, sem dúvida, incomparáveis. Para além disso, podemos pensar também na economia com transporte ou combustível e alimentação e na possibilidade de organizar um horário que explore melhor a sua produtividade.

Entretanto, existem alguns desafios e é preciso muita concentração e foco para não sucumbir a todas as tentações de casa. O cachorro pedindo um passeio, o episódio de série para assistir, ou sua cama que seria perfeita para um cochilo.

Justamente por isso, algumas práticas podem ter todo o impacto em seu rendimento. Nesse post, vamos mostrar o que você deve fazer para garantir um home office mais produtivo. Acompanhe!

1. Não misture trabalho com vida pessoal

Essa dica é fundamental para organizar o seu dia a dia no home office. Escolha um espaço na sua casa que seja utilizado exclusivamente para trabalhar. Opte por um lugar sem muita circulação de pessoas, com algum isolamento acústico, e que seja bem arejado, de preferência com uma grande janela — poder olhar para o lado de fora em momentos de estresse vai fazer toda a diferença.

Essa demarcação espacial pode parecer bobagem, mas é muito importante. Tendo clareza sobre qual é o seu ambiente de trabalho você tende a se concentrar melhor quando está ali. Isso muda seu estado mental para o modo “produção”, ficando mais distante das atividades rotineiras da sua casa.

2. Invista na estrutura para o seu home office

Invista em uma estrutura que ofereça conforto e praticidade para seu home office

Lembre-se de que você vai passar longas horas no seu home office e que elas precisam ser muito bem aproveitadas. Por isso, nada de improvisar um espaço qualquer. É preciso investir em uma estrutura que ofereça conforto e todas as condições necessárias para a boa realização do seu trabalho.

Antes de mais nada, a cadeira. Escolha um modelo ergonômico, que seja confortável e que não prejudique a sua postura ou traga dores nas costas. Experimente bastante antes de decidir, pois essa escolha tem imenso impacto na sua produtividade. Afinal, é impossível render quando não estamos bem fisicamente, não é?

Lembre-se também da iluminação e de todos os objetos que você pode precisar, como impressora, telefone, blocos de anotações. Você vai observar que estar em um espaço adequado e bem preparado acaba ajudando muito no trabalho.

3. Simplifique

Ainda falando sobre o espaço, mas pensando em toda a sua rotina, tenha em mente que quanto mais simples melhor. Acumular documentos e objetos pode fazer com que o seu pensamento fique sempre confuso e poluído.

Por isso, tenha um espaço limpo e bem organizado, com tudo aquilo que você precisa e nada além. Isso vale também para a área de trabalho do seu computador. Por exemplo: dezenas de pastas e arquivos soltos podem significar uma imensa perda de tempo, além da constante sensação de estar no caos.

Trabalhe para simplificar também as suas rotinas e processos. Faça uma boa revisão no seu dia a dia e tenha a certeza de que não está complicando muito a execução de alguma tarefa ou projeto.

4. Trabalhe com objetivos

Para se trabalhar com mais foco e dedicação é muito importante ter metas a se alcançar

Nunca comece um dia de trabalho sem pensar em quais são os seus objetivos, sejam de curto ou longo prazo. Pois trabalhar com mais foco e dedicação é muito importante para alcançar metas.

Por isso, é essencial que você faça o seu planejamento enquanto profissional, respondendo algumas perguntas. Quais os meus principais objetivos hoje? O que eu preciso fazer essa semana? Onde quero estar em cinco anos? O tom das perguntas é bem diverso, mas funciona muito bem para que você tenha foco no que realiza no presente, sem se descuidar dos seus planos maiores, aqueles que envolvem sua carreira a longo prazo.

De tempos em tempos, reveja os seus objetivos e faça adequações para que sejam sempre pertinentes e atuais.

5. Liste as tarefas

Organizar e fazer a gestão de tarefas a serem realizadas no seu dia ou semana pode ajudar bastante o seu rendimento. Além disso, um bom processo é organizar o seu dia de trabalho na noite anterior. Listando tudo aquilo que precisa ser feito, elencando as tarefas como urgentes e não urgentes, como importantes e não importantes.

Essa classificação ajuda na percepção do seu volume de trabalho e permite que você se prepare melhor para o dia, decidindo por onde começar. Outra coisa fundamental: ao riscar as tarefas realizadas, a sensação de dever cumprido sempre funciona como um incentivo a mais para que você continue trabalhando.

6. Crie uma rotina

É claro que um dos maiores benefícios do home office é justamente ter maior mobilidade e independência, além de poder fugir do padrão de trabalho com horário de ponto. Entretanto, pode acreditar: liberdade demais pode atrapalhar o seu rendimento.

O ideal é que você determine para si uma rotina de trabalho, considerando horários de maior produtividade e suas outras tarefas externas. A partir disso, tente segui-la sempre que possível, o que vai condicionando o seu corpo e a sua mente, deixando você mais produtivo e focado nesses momentos.

Ter uma rotina definida garante também que você não se atrapalhe com compromissos e distrações externas. Isso também pode ajudar a evitar o acúmulo de horas extras desnecessárias.

7. Faça pausas

As pausas são muito importantes para manter o nosso cérebro ativo

De tempos em tempos, levante-se da cadeira, beba uma água, descanse o olhar. As pausas são muito importantes para manter o nosso cérebro ativo e têm muito poder para renovar as nossas energias.

A cada trinta ou quarenta minutos de concentração, se dê cinco minutos de descanso. Alongue o corpo, se afaste da tela do computador. E, depois, volte com muito mais pique para continuar o que estava fazendo. Fazer a gestão do tempo de trabalho é fundamental e pode mudar totalmente os seus resultados.

8. Aposte na tecnologia

A tecnologia é uma grande aliada da produtividade. Hoje em dia são dezenas de aparelhos, aplicativos e softwares que ajudam quem quer fazer uma boa gestão dos afazeres e da execução de tarefas.

Além de trabalhar com equipamentos que funcionem muito bem, é importante contar com o auxílio de dispositivos pensados para isso. Portanto, escolha os que se adéquam melhor ao seu perfil e aproveite.

Em síntese, trabalhar em home office requer disciplina e concentração. Com as dicas preciosas deste post, vai ficar muito mais fácil tornar o seu dia a dia cada vez mais produtivo, sem abrir mão de todas as vantagens de um escritório em casa. Para saber mais dicas e conhecer um método comprovado para ser mais produtivo, clique aqui e receba nosso e-book sobre Gestão de Alta Performance gratuitamente.




Deixe seu comentário