conhecer os colaboradores,equipe,equipe de alta performance,equipes,perfil dos colaboradores,

3 de outubro de 2016

Saiba por que e como conhecer o perfil dos seus colaboradores


Conhecimento é o elemento diferencial para que uma empresa tenha destaque, principalmente quando se trata de gestão. E a melhor forma de adquiri-lo não é saber apenas sobre fornecedores, consumidores e finanças, mas, sim, saber o que acontece com os seus colaboradores. Um profissional satisfeito, envolvido, motivado e que possui suas habilidades bem aproveitadas potencializa o seu crescimento dentro da empresa. E isso se reflete nos resultados do local em que trabalha.

No entanto, mesmo com a democratização da informação e facilidade de comunicação por meio de ferramentas tecnológicas, muitos líderes ainda insistem em seguir modelos tradicionais e ineficientes para conduzir o seu trabalho. O resultado? Equipe insatisfeita, clientes descontentes e crescimento estagnado. Para não ter surpresas, você deve conhecer o perfil dos seus colaboradores, e é sobre isso que vamos falar no post de hoje. Confira!

 

Por que é importante conhecer os colaboradores

O mapeamento de perfil dos colaboradores é uma estratégia para atingir resultados melhores a curto e longo prazo, ter uma visão mais ampla sobre como conduzir a gestão de equipes, direcionar os profissionais ideais para cada área de atuação da sua empresa, criar uma equipe de alta performance e reter talentos.

Profissionais que se sentem mais produtivos com as atividades que realizam e têm seus propósitos de carreira preenchidos em uma empresa dificilmente sairão dela ou não darão o seu melhor para que ela cresça.

 

Como definir o perfil dos seus colaboradores

Mapear o perfil dos colaboradores é uma tarefa difícil, mas extremamente eficiente quando acontece. Quando você conhece o seu profissional, é capaz de entender melhor as suas necessidades e como ele pode ser aproveitado, de acordo com as suas competências e formação.

E essa avaliação deve começar ainda no processo seletivo. Não adianta incorporar todas as responsabilidades e depois da contratação exigir que o profissional realize atividades para as quais ele não está capacitado. Confira algumas estratégias para um mapeamento eficiente:

 

Observe as pessoas com quem você trabalha

Não dá para definir o perfil dos colaboradores sem conhecê-los, por isso é essencial observar de perto, não apenas o desempenho, como as próprias competências, o comportamento, a personalidade e as necessidades desses profissionais.

Faça uma lista dos seus objetivos enquanto gestor, das habilidades de cada membro da sua equipe e também das suas carências, ou comportamentos que podem comprometer a sua atuação. Por exemplo: pedir que um introvertido ou pessoa com temperamento explosivo trabalhe em setores de comunicação ou atendimento ao cliente pode te trazer problemas.

Quando esse mapeamento estiver pronto, comece a definir como cada pessoa pode utilizar suas competências ou desenvolver os seus potenciais em determinadas funções.

 

Defina com precisão as categorias da sua empresa

Muitos líderes, mesmo tendo o perfil dos colaboradores bem definidos, não conseguem encaixá-los de uma maneira produtiva, porque não possuem as categorias de ação profissional bem definidas. Identificar essas categorias é importante para evitar confusão e aproveitar melhor as habilidades ou especialidades de cada profissional.

 

Converse com os seus colaboradores

Mesmo que você acredite que um profissional é perfeito para determinado cargo, é essencial conversar com esse colaborador antes de realizar mudanças. Não é raro encontrar pessoas que mesmo sendo excelentes no que fazem, se encontram extremamente insatisfeitas. Muitos profissionais dispensam até promoções em nome da qualidade de vida e tempo para si mesmo.

Nem sempre a experiência será sinônimo de trabalho bem-feito. É preciso ter cuidado com o nível de motivação dessas pessoas e as suas aspirações enquanto profissionais da sua empresa. Por isso, a comunicação direta deve ser uma etapa essencial da sua análise de perfil dos colaboradores.

 

Faça avaliações regulares sobre o nível de satisfação

Uma etapa essencial da comunicação com o colaborador é avaliar o seu nível de satisfação. Não adianta observar aspectos que não estão indo bem e pessoas que não estão felizes e ignorar. O resultado será uma bola de neve de problemas, trabalho ineficiente e demissões. Para essa avaliação tenha em mente questões como:

  • Meus colaboradores consideram as suas atividades desafiadoras? Ou se sentem acomodados com o que fazem?
  • Eles acreditam que têm o trabalho reconhecido?
  • Têm encontrado dificuldades no seu cargo que aumentam o nível de estresse e insatisfação?
  • A empresa oferece benefícios justos à sua carga horária e ao trabalho que realizam?
  • Quais são os seus objetivos profissionais para o futuro?

Essas avaliações são importantes não apenas para entender realmente o que as pessoas que você lidera precisam e o seu nível de satisfação, como podem ajudar você a criar um plano de carreira realmente eficaz para cada colaborador.

 

Não negligencie os trabalhos em grupo

Com uma avaliação do perfil dos colaboradores em mãos, chegou a hora de observar como eles se comportam em grupo. Mesmo que possuam uma conduta profissional impecável, é essencial avaliar se a sinergia empresarial é produtiva ou está gerando problemas.

Muitos gestores procuram talentos individuais, mas se esquecem de avaliar como esses profissionais trabalharão com a equipe que já existe.

Perfis semelhantes podem se dar bem em algumas áreas; já a diversidade é o segredo para o sucesso em outras. Cabe a você avaliar o que a sua empresa precisa e administrar as diferenças, de modo que elas não prejudiquem os rendimentos.

 

Teste novas possibilidades

Ao determinar um projeto, fazer mudanças ou conduzir as equipes da sua empresa, é sempre importante testar novas possibilidades. Profissionais que se acomodam e não são testados com novos desafios costumam ficar insatisfeitos com o passar do tempo. E essa estratégia se aplica também aos grupos.

Comece a mesclar equipes, fazer mudanças de setores ou permutar atividades como um teste para ver o que funciona bem para cada um, ou o que pode trazer um resultado esperado em um menor espaço de tempo.

Muitas vezes, um determinado setor precisa de uma mente mais criativa, já um outro requer alguém com maior nível de concentração e conhecimento técnico. E assim por diante. Testar novas possibilidades te dará uma visão mais ampla sobre o perfil dos colaboradores e pode evitar que você tenha que procurar do lado de fora talentos que já possui.

 

Gostou das nossas dicas? Então confira a aula online que separamos sobre as 5 principais estratégias para ter uma equipe produtiva. Nessa aula são apresentados os cinco obstáculos que estão prejudicando a performance da sua equipe e como superá-los! Basta clicar no botão abaixo e se inscrever para assistir:

Essa aula foi desenvolvida para líderes e gestores, tenho certeza que irá gostar!

 

2 Comentários

  1. Campoe disse:

    Muito bom, está me ajudando muito na nova etapa que estamos construindo na empresa.




Deixe seu comentário