carreira,colaborador,conflito,empresa,gestor de equipes,liderança,marketing pessoal,planejamento,

5 de julho de 2018

Confira 5 dicas para melhorar seu marketing pessoal


A forte competição no ambiente corporativo cria a necessidade de um trabalho especial em relação ao marketing pessoal. A construção de uma marca consistente em torno do seu nome contribui para sua ascensão profissional. O que muitos não sabem é como conduzir esse processo sem que pareça algo forçado.

Você costuma pensar e investir em seu marketing pessoal? Encontra tempo em sua agenda para se dedicar a esse importante tema?

No artigo de hoje, vamos apresentar cinco dicas que vão lhe ajudar no desenvolvimento de seu marketing pessoal. Ter uma boa marca ao redor do seu nome não é algo a ser feito de forma simples e imediata. Trata-se de uma construção contínua, em que algumas iniciativas devem aparecer de forma complementar.

 

Afinal, o que é marketing pessoal?

A ideia de trabalhar o marketing pessoal é comentada nos mais diversos segmentos. Porém, nem todos os profissionais têm uma visão clara sobre esse conceito. É também por isso que muitos negligenciam a importância de uma dedicação ao marketing pessoal.

O marketing pessoal funciona como uma forma de autopromoção para alcançar uma evolução na carreira. É aquela ideia de “vender o próprio peixe”. Portanto, o marketing pessoal pode ser considerado uma ferramenta competitiva na disputa por vagas cada vez mais concorridas.

Entretanto, existe certo preconceito em torno do marketing pessoal, muito por conta das pessoas que exageram na dose. Quando a autopromoção deixa de ser sutil e consistente, pode se voltar contra o profissional. Por outro lado, aqueles que trabalham o marketing pessoal com inteligência tendem a conquistar o respeito do mercado.

 

1- Procure se destacar em suas atividades

Esta não é a primeira dica por acaso. Muita gente imagina que fazer marketing pessoal é o mesmo que sair por aí anunciando ao mercado que seu trabalho é excelente. O caminho não é bem esse. Procure deixar que sua produção e seus resultados falem por si.

O passo inicial de uma boa gestão do marketing pessoal é buscar destaque em relação a seus colegas. Cumprir as metas estabelecidas não basta. Quem vai além do básico tem mais chances de conquistar o respeito de seus superiores. O contrário também é válido nesse ponto: gestores de equipes que demonstram uma dedicação extra cativam seus colaboradores.

À medida que seus resultados sobressaírem em relação à produção média da empresa, isso provavelmente se converterá em reconhecimento. Profissionais que se tornam referência são aqueles que vão do micro ao macro. Em outras palavras, eles sobem degrau por degrau. Conquistam o respeito de seus pares e superiores, até a mensagem chegar à diretoria da empresa.

 

2- Saia da sombra

Em muitas situações profissionais, bons resultados não bastam para que uma pessoa conquiste o devido reconhecimento. Aqui entra aquela ideia clássica do marketing pessoal, isto é, aparecer para a equipe de forma mais clara.

Expor-se na medida certa ajuda bastante na construção da imagem pessoal perante a equipe. No caso dos gestores, isso é fundamental no dia a dia, pois esse profissional é responsável por vários colaboradores.

Lembre-se também que todas as pessoas possuem qualidades e defeitos. Por isso, busque sempre o autoconhecimento para que suas virtudes possam florescer e seus defeitos não roubem a cena.

Ponto de atenção: mantenha a sutileza na abordagem. Não procure provar que você é muito melhor do que todos os outros, pois essa atitude pode gerar repulsa em seus colegas. Quando isso acontece, bons resultados acabam ofuscados por uma postura arrogante que afasta aqueles que você gostaria que reconhecessem seus méritos.

 

3- Vá além do lugar-comum

Atrair os holofotes pode ser arriscado quando falta conteúdo a apresentar a seus interlocutores. Quem está investindo em seu marketing pessoal deve dar uma atenção especial a esse aspecto. Aparecer por aparecer não leva a lugar nenhum, por isso procure ser objetivo em suas explanações.

Ao pedir a palavra diante de muitos colegas, por exemplo, seja assertivo na comunicação. Vá direto ao ponto e procure trazer algo de real valor à empresa. Uma atitude extremamente perigosa – infelizmente recorrente –  é se apropriar de ideias de outras pessoas em busca de reconhecimento.

Não opte por esse caminho, pois o resultado costuma ser desastroso. Quando a pessoa é desmascarada em situações desse tipo, os danos podem ser irreparáveis. Sua credibilidade é destruída, seu tempo na empresa pode se esgotar em questão de dias e sua imagem no mercado fica arranhada.

Outra atitude a ser eliminada é a bajulação aos chefes, que muitos ainda acreditam funcionar bem. Dedique sua energia para mostrar a qualidade do seu trabalho para conquistar o respeito dos demais.

 

4- Valorize seus diferenciais (na medida certa)

Valorizar seus pontos faz parte de um bom marketing pessoal, mas há que se ter cuidado para não perder a medida. Se você é muito bom em determinada coisa, procure deixar isso claro a seus colegas. Porém, evite se tornar uma pessoa monotemática e que só fala de si mesma.

A exposição – quando feita na medida certa – é uma forma interessante de conquistar o respeito daqueles que estão ao seu redor. Para fortalecer essa estratégia, procure ser um bom contador de histórias. Um exemplo: recorde fatos pitorescos relacionados a uma habilidade especial que você tem. Saber ganhar a atenção do público é uma das formas mais eficazes de desenvolver seu marketing pessoal.

 

5- Defina metas claras

A ascensão na carreira pode ser facilitada por um bom trabalho de marketing pessoal. Mas o ideal é fazer isso com um propósito bem definido. Onde você pretende chegar com esse investimento de tempo em seu marketing pessoal?

Ter essa visão a respeito da própria carreira ajuda no seu crescimento. Uma sugestão de meta: dedicar-se à correção de defeitos para se tornar um profissional mais completo. Outra boa iniciativa é manter o foco no networking e na troca de experiências.

As metas vão lhe ajudar a não perder de vista a importância de trabalhar o marketing pessoal. Lembre-se que essa construção deve ser contínua e revista de tempos em tempos.

E, falando em metas, você sabia que existe um software capaz de agrupar suas metas pessoais e profissionais? Essa é apenas uma das funcionalidades do Neotriad. Conheça todas as vantagens da ferramenta e faça um teste grátis por 14 dias.




Deixe seu comentário