carreira,desenvolvimento,empreendedorismo,Gestão de equipes,gestão de tempo,liderança,produtividade,

22 de novembro de 2019

Desenvolvimento profissional: como se manter em evolução


Seja você um empreendedor ou um colaborador, o desenvolvimento profissional deve ser uma meta permanente. O desafio, no entanto, é encontrar os caminhos para evoluir de forma contínua. 

Pessoas que valorizam o desenvolvimento profissional como algo a ser buscado de forma ininterrupta têm muito mais chances de alcançar o sucesso em suas trajetórias. A seguir, vamos apresentar algumas iniciativas que vão ajudar você a manter esse mindset do crescimento permanente. 

Estabeleça metas e valorize as pequenas conquistas 

Estabeleça metas para o seu desenvolvimento profissional

Independentemente do que você esteja buscando em termos de desenvolvimento profissional, não é toda hora que terá uma grande conquista. A evolução nas diferentes áreas tem muito mais a ver com a sua capacidade de acumular pequenas vitórias que, ao final da caminhada, vão desembocar em uma conquista de impacto. 

Em geral, as pessoas compreendem que existem metas mais modestas a serem cumpridas e que, juntas, elas vão trazer um grande resultado. O problema é que o mindset raramente está ajustado para o desenvolvimento contínuo, ou seja, essas mesmas pessoas não conseguem valorizar os pequenos feitos que atingem. 

Estabelecer metas menores nos dá a noção de construir algo tijolo por tijolo. Mas o segredo é valorizar a si mesmo à medida que esses objetivos são cumpridos, um a um. 

Um exemplo de pequena meta? Ler um livro apropriado para o seu desenvolvimento profissional em uma semana. 

(Leia também: Definir metas: por que o Neotriad vai ajudar você

Tenha metas ambiciosas também em prazos mais curtos 

A ideia de construir uma casa tijolo por tijolo é ilustrativa e merece ser enaltecida. Muitas vezes, você irá progredir com esse mindset da evolução que acontece de forma gradativa. 

No entanto, o desenvolvimento profissional não se resume ao crescimento em ritmo médio ou lento. Há momentos da vida em que precisamos dar uma chacoalhada e, para isso, metas ambiciosas de curto e médio prazo podem ser o melhor combustível. 

Estabelecer objetivos que o desafiam além do normal é uma forma de sair da zona de conforto e de conquistar mais em menos tempo. Esse tipo de meta não deve ser a regra, naturalmente.  

Vale a pena dosar e encontrar o equilíbrio entre as metas menores da rotina e esses objetivos que nos trazem uma experiência extra em um prazo mais curto (para usar uma linguagem dos games que está cada vez mais difundida). 

Por exemplo: uma imersão ou um curso de duração mais curta pode virar um grande objetivo de prazo reduzido. Você pode impor a si mesmo a missão de refletir sobre os conceitos aprendidos e propor aplicações para ele em sua empresa. 

Faça um estudo sobre o seu próprio tempo 

Avalie o tempo que você dedica para suas atividades diárias

Você já deve ter reparado como as pessoas estão com suas vidas extremamente corridas e sem tempo para nada. Somente com uma análise individual podemos cavar algumas horas em nosso dia para encaixar novas atividades. 

Em primeiro lugar, faça um verdadeiro raio-x das suas atividades semanais. O que é realmente importante? O que pode ser deixado de lado ou adaptado de alguma forma? Será que uma das atividades toma tempo demais? 

Responder a essas perguntas vai lhe ajudar a aliviar a agenda e possibilitar o encaixe de atividades voltadas ao seu desenvolvimento profissional. 

(Para uma avaliação mais aprimorada e contínua sobre o seu próprio tempo, vale a pena testar o software Neotriad

Entenda onde buscar o desenvolvimento profissional 

O ensino a distância é uma boa tática para conseguir realizar o desenvolvimento profissional em meio a sua rotina

Digamos que você conseguiu deixar vagas sete horas ao longo da sua semana. Isso possibilita, em média, uma hora por dia para você direcionar ao desenvolvimento profissional. 

A grande questão é como otimizar esse tempo para obter os aprendizados mais ricos e proveitosos. Isso varia bastante de acordo com a área em questão, por isso você deve dedicar as primeiras horas vagas à pesquisa. Encontre boas instituições de ensino, livros específicos que você deve conhecer, além de clubes e comunidades relacionadas ao seu segmento.  

Uma dica importante: não menospreze o ensino à distância, pois é uma área que só cresce e que tem excelentes conteúdos disponíveis – é tudo questão de separar o joio do trigo. Outro ponto relevante é que os cursos online costumam ter preços bem mais acessíveis. 

(Leia também: Liderança: como ter mais tempo para o que mais importa

Coloque todos os aprendizados em prática 

A ideia do desenvolvimento profissional deve estar associada justamente no casamento entre teoria e prática

Digamos que você fez um curso teórico em sua área. Possivelmente, a rotina da empresa pode não permitir que os aprendizados sejam utilizados logo de cara. Mas a ideia do desenvolvimento profissional está justamente no casamento entre teoria e prática. 

Procure aplicar aquilo que aprendeu em cursos e livros logo nos primeiros dias. Identifique quais tarefas diárias podem ser aprimoradas por meio de certos métodos que você não conhecia anteriormente. 

Em alguns casos, o aprendizado pode ser tão rico que leva você a fazer verdadeiras revoluções nos processos da empresa. Verifique se isso é pertinente em cada situação e faça testes para não dar nenhum passo em falso e garantir uma evolução real. 

(Leia também: Como organizar a mesa de trabalho: 10 dicas práticas

Não se dê por satisfeito 

Procure ser uma pessoa inquieta e mire na meta seguinte para não perder o pique.

Quando a gente bate uma grande meta ou conquista algo batalhado há bastante tempo, é natural que haja certa euforia. A celebração é saudável e nos ajuda a recarregar as baterias para seguir em frente. 

O risco a ser evitado é a acomodação, essa palavra tão perigosa em temas como carreira e empreendedorismo. Atingir um estágio importante não pode ser motivo para você ou sua empresa cair na tentação da estagnação. Procure ser uma pessoa inquieta e mire na meta seguinte para não perder o pique. 

O desenvolvimento profissional no empreendedorismo 

Todas as dicas apresentadas neste post podem ser aproveitadas por você, não importa qual seja a sua área de atuação. As ideias são relevantes também para pessoas que ocupam cargos de liderança, já que o desenvolvimento profissional não é algo restrito a colaboradores das empresas. Caso você já tenha um negócio próprio ou esteja planejando começar um, deixamos aqui uma dica de leitura final para você seguir em evolução. Confira as 10 dicas para empreender com sucesso!




Deixe seu comentário