colaboradores,empresa,estratégia,liderança,mindfulness,produtividade,

21 de junho de 2019

Como aumentar a produtividade: que tal desacelerar?


Quando pensamos em como aumentar a produtividade, logo nos vêm à cabeça um monte de atividades feitas com mais velocidade, desacelerar jamais. Mas será mesmo que essa é o caminho para uma vida mais produtiva?

Ao contrário do que diz o senso comum, a resposta sobre como aumentar a produtividade tem relação também com a nossa capacidade de desacelerar a rotina. Isso mesmo, com um pouco mais de calma no dia a dia, temos grandes chances de elevar o rendimento.

Por isso existem algumas vantagens fundamentais em adotar um estilo de vida menos acelerado e mais focado no que realmente importa. Esse post aponta quais são esses trunfos e mostra por que chegou o momento de desacelerar para ser mais produtivo.

O conceito de mindfulness

Nos últimos anos, ganhou força o conceito de mindfulness. Trata-se principalmente da capacidade que uma pessoa tem de se concentrar verdadeiramente em uma única atividade ou experiência. Há duas traduções possíveis para mindfulness: ou atenção plena, ou consciência plena.

Pessoas que desenvolvem essa capacidade tendem a viver menos situações de estresse ao longo de sua vida, principalmente no ambiente profissional. Uma consequência desse processo é a elevação no rendimento em atividades do dia a dia.

Se você deseja progredir em direção a uma vida com mais consciência, um dos caminhos é a meditação. Em outras palavras, só se chega à atenção plena quando se compreende a necessidade de desacelerar.

O mindfulness é uma das interpretações para uma vida mais calma e focada no importante. Mas, agora, vamos entrar propriamente nas vantagens práticas em desacelerar a sua rotina. Confira!

O conceito de mindfulness reforça a ideia de desacelerar para aumentar a produtividade

1. Manter a saúde para performar

O primeiro ponto a se destacar deve ser visto com atenção por líderes acostumados a se dedicar 24 horas por dia às empresas que comandam. Profissionais que veem como normal o acúmulo de horas extras também devem ter maior cuidado com relação à própria saúde.

Uma rotina menos acelerada ajuda a preservar o bem-estar e impedir que o corpo padeça diante do excesso de trabalho. Quando uma pessoa adoece, todo o esforço e horas a mais no escritório vão por água abaixo.

Os dias de molho geram demandas não supridas e interrompem a rotina insana. Não seria muito melhor fazer um levantamento das atividades mais importantes e do tempo que cada uma delas merece?

Por isso, da próxima vez que você ou algum colaborador bancar o super-herói e assumir tarefas demais, lembre-se que o corpo pode não suportar a carga.

2. Desacelerar para enxergar tudo com mais clareza

De que adianta apressar as atividades em busca de melhores resultados se você e a sua equipe estiverem na direção errada? Pois é justamente o que acontece nas empresas que não param para pensar nos próximos passos.

Imagine naquela clássica situação de um rato correndo sem sair do lugar. No caso de uma equipe mal orientada, o efeito pode ser pior ainda, de andar para trás. Executar tudo muito depressa sem planejar cada atividade é muito arriscado em qualquer segmento.

Uma das vantagens em adotar uma conduta menos acelerada é ter tempo para enxergar o todo. Isso é especialmente valioso para o gestor, que deve conduzir a equipe de forma harmoniosa para que todos tenham um bom rendimento.

Suavizar o passo é uma forma de ter mais clareza sobre o que fazer. Isso evitará que o time perca tempo em atividades menos importantes e possam dedicar os esforços ao que, realmente, elevará os resultados do negócio.

3. Compreender e usar as emoções a seu favor

Desacelerar o ritmo frenético do dia a dia para melhorar a tomada de decisão

No ambiente corporativo, existe uma tendência de suprimir o lado emocional. Impera a ideia de que as emoções podem ser danosas aos resultados e prejudicar o andamento da empresa.

Essa máxima é verdadeira quando as pessoas não são capazes de interpretar as próprias emoções e sentimentos. Porém, quem desenvolve a inteligência emocional consegue fazer do próprio feeling um importante aliado.

Quando uma equipe está mergulhada em tarefas e mais tarefas, as emoções podem ficar escondidas por muito tempo. Para um líder, é preciso parar e pensar antes de agir.

As emoções podem surgir de forma negativa, diante de situações de pressão, por exemplo. O gestor de equipes capaz de respirar fundo antes de partir para a ação poderá utilizar a emoção como catalisadora de algo positivo.

Mas atenção: vale sempre a ressalva de que líderes devem equilibrar a balança entre racional e emocional. O pensamento mais frio e objetivo não pode ficar totalmente em segundo plano. E muito menos ser o único norte de um gestor.

4. Melhorar a tomada de decisão

Líderes capazes de tomar as melhores decisões têm grandes possibilidades de sucesso em seus negócios. As escolhas mais acertadas fazem com que a produtividade de todos os envolvidos nos processos aumente.

A vida de muita correria nos tira o tempo necessário para tomar boas decisões. Pense no motor de um carro ou na CPU de um computador. Quando exigimos demais da máquina, pode haver uma sobrecarga e uma falha no seu funcionamento.

O mesmo vale para o nosso cérebro. O esforço desmedido e as horas extras de trabalho nos tiram do eixo e limitam a capacidade de tomarmos boas decisões. Desacelerar é também uma forma de se habilitar a fazer as melhores escolhas para a sua vida e para a empresa.

5. Ter maior equilíbrio entre vida profissional e vida pessoal

Agora que falamos sobre fazer boas escolhas na empresa e na vida como um todo, chegamos ao quinto grande ponto positivo da desaceleração. As esferas profissional e pessoal são beneficiadas por uma atitude de colocar o pé no freio de vez em quando.

No ambiente empresarial, já está claro que os processos gerenciais têm muito a ganhar. Mas uma vida mais leve e livre de estresse é ainda mais valiosa quando pensamos nas relações humanas que vão além do seu negócio.

O convívio com a família e com os amigos tende a ser mais agradável à medida que você aprende a valorizar o que mais importa. Isso sem falar no tempo que passamos a ter para passar com essas pessoas tão especiais conforme deixamos de lado a rotina alucinada das horas extras.

Como ter mais tempo em sua vida?

E chegamos à pergunta de 1 milhão de dólares. Todos querem saber como ter mais tempo, afinal esse é um bem tão precioso em nossa vida que devemos valorizá-lo ao máximo.

Ter mais tempo tem tudo a ver com entender como aumentar a produtividade. Um dos caminhos é desacelerar, mas isso pode se somar a outras iniciativas, como a adoção de um software de gestão de tempo e de equipes. É isso mesmo, um sistema que ajuda você a gerir melhor as horas do dia e também os colaboradores do seu negócio. Quer saber como ele funciona? Conheça agora mesmo o Neotriad e faça um teste grátis durante duas semanas!





Deixe seu comentário

TESTE GRÁTIS POR 14 DIAS!

E prove como é ter seu tempo organizado e você voltado para o que realmente importa.



colaboradores,empresa,estratégia,liderança,mindfulness,produtividade,

© Todos os direitos reservados - Neotriad S/A.