colaborador,empresa,estratégia,liderança,mercado,planejamento,produtividade,

7 de março de 2019

Como praticar uma liderança com propósito no dia a dia


Liderar é uma arte que nem todos dominam. Quando falta segurança ao comandante, suas atitudes nem sempre são as mais adequadas e isso se reflete no desempenho coletivo. Aqueles que praticam uma liderança com propósito têm muito mais condições de manter a coerência em suas decisões.

Mas, afinal, o que é uma liderança com propósito? Em linhas gerais, trata-se da ideia de entender cada pequena decisão do dia a dia como parte do todo. Isso significa que as medidas tomadas pelo líder devem estar de acordo com a estratégia do negócio, inclusive para passar confiança aos colaboradores.

Neste post, explicamos o valor da liderança com propósito e como você pode aplicá-la em seu negócio. Vale lembrar que uma empresa dificilmente conseguirá triunfar se o líder não tiver ascendência sobre seus subordinados.

Na liderança com propósito, pense a longo prazo

Uma liderança com propósito pede um pensamento a longo prazo

Uma liderança com propósito só pode funcionar se houver uma lógica pensada no longo prazo. Não faz sentido acreditar em planejamento e em um fio condutor se o líder estiver com a ideia de deixar a empresa ou mudar radicalmente a estratégia dentro de alguns meses.

Procure vislumbrar o impacto de suas decisões dentro de alguns anos. Qual será o patamar atingido pela empresa? Esse pensamento no longo prazo tem muito a ver com a ideia de construir um legado. A liderança com propósito passa diretamente por esse aspecto.

Esse olhar para o horizonte também tem um sentido mais pessoal. Líderes que já se imaginam em uma outra empresa em médio prazo dificilmente constroem uma trajetória memorável. É possível que o mercado cobre o seu preço no futuro e que o profissional fique com o carimbo de alguém incapaz de deixar um legado.

Mantenha a sua equipe coesa

A coesão da equipe é dever do líder

Um líder preocupado com o legado que deixará para a empresa tem grande valor no planejamento de longo prazo. Mas essa postura comprometida do comandante é insuficiente quando alguns membros da equipe não remam na mesma direção.

A coesão da equipe é responsabilidade do líder e tem muito a ver com o propósito estabelecido. Será que todos os profissionais envolvidos estão cientes dos objetivos a serem alcançados? Em muitos casos, os líderes não conseguem transmitir o propósito a seus subordinados.

Certamente, o comprometimento de um colaborador será maior se ele “comprar a ideia” da empresa, ou seja, se perceber que o trabalho bem-feito resultará em um legado muito rico que poderá ser creditado a cada membro da equipe.

Por isso, cabe ao líder manter a coesão da equipe. De tempos em tempos, relembre as pessoas a respeito do planejamento de longo prazo e das grandes metas a serem atingidas. Isso fortalecerá o vínculo e manterá o foco no propósito.

Considere o impacto de cada atitude tomada por você

Liderar com um propósito demanda também um cuidado especial com a impressão passada com cada atitude. Quando uma decisão é tomada de forma desastrada ou no tempo errado, os colaboradores podem recebê-la negativamente.

Veja um exemplo clássico: a equipe tem uma demanda grande de um projeto com um prazo apertado e o líder pede que as pessoas fiquem além do horário normal. Isso pode ser compreensível em situações excepcionais e com a devida compensação. Porém, pode pegar mal para o chefe se ele não estiver junto nesse momento de sacrifício coletivo. É fundamental ter bom senso.

Caso esse tipo de atitude se torne recorrente, a liderança fica bastante fragilizada. Profissionais que não confiam ou não respeitam o seu comandante passam a acatar as suas ordens, quando o fazem, somente por obrigação. Por outro lado, o líder que cultiva a boa relação com os colaboradores e tem coerência em suas decisões conquista o respeito de cada pessoa.

Seja cauteloso ao fazer promessas

É recomendado cautela antes de fazer promessas para a equipe

Um resultado acima do esperado ou um lançamento que faz grande sucesso pode ser o gatilho para a empolgação. É natural que o líder fique contente e otimista a respeito do futuro, mas, nessas horas, é preciso respirar fundo antes de fazer promessas aos colaboradores.

Pode ser que o resultado expressivo permita dar um aumento a um funcionário. Caso isso seja feito de forma imediata, o reflexo tende a ser positivo na relação com aquele profissional. Mas se isso acontecer na forma de uma promessa de médio prazo, cria-se uma bomba-relógio.

Imagine que a perspectiva otimista não se confirme e que algum imprevisto prejudique a empresa nos meses seguintes. Mais do que frustração, o não cumprimento da promessa pode gerar dores de cabeça ao colaborador, pois ele já contava com aquele benefício.

Além da questão prática e da frustração, a quebra de confiança pode criar cicatrizes. Dificilmente, os funcionários voltarão a acreditar plenamente no líder depois de uma promessa não cumprida.

Procure criar líderes ou sublíderes

Ajudar no desenvolvimento de novos líderes é importante para a evolução da empresa

Grandes objetivos de longo prazo exigem uma construção sólida e contínua. Um líder hábil na delegação de tarefas é necessário, mas não basta para que o planejamento se traduza em um resultado de destaque.

Ao longo do processo, o líder perceberá que alguns membros da equipe sobressaem em relação aos demais e têm condições de contribuir ainda mais. Criar novos líderes e sublíderes é uma forma de fortalecer o planejamento e tornar as equipes ainda mais coesas na busca pelos objetivos projetados inicialmente.

Esse fomento às novas lideranças deve partir dos donos da empresa ou dos principais diretores e supervisores já estabelecidos. É importante criar uma cultura de formação de novas lideranças, com foco no desenvolvimento dos profissionais e na transmissão do conhecimento.

Utilize a tecnologia a seu favor

Quando o assunto é liderança com propósito, a cereja do bolo é o bom uso da tecnologia. Isso porque certas ferramentas ajudam na consolidação dos objetivos e na construção de longo prazo. Por exemplo, a delegação de tarefas é vital para que exista um progresso condizente com o que foi planejado.

A melhor alternativa para otimizar a gestão de tempo e de atividades é o Neotriad, software que conta com várias funções para tornar mais dinâmica e eficaz a rotina das empresas. Quer saber como a ferramenta funciona? Clique aqui e faça um teste grátis durante duas semanas!




Deixe seu comentário