carreira,colaboradores,desenvolvimento,liderança,produtividade,

2 de julho de 2020

Home office produtivo: 7 dicas para você render melhor


É possível que 2020 seja lembrado, entre outras coisas, por ser um ano de afirmação do conceito de trabalho remoto. Muitas empresas adotaram forçosamente o modelo, mas a grande questão é como ter um home office produtivo. Será que os profissionais podem render tanto quanto no modelo tradicional ou até mais do que isso?

O home office produtivo é um sonho possível para empreendedores e gestores, mas é fundamental que, para isso, algumas iniciativas sejam adotadas. No post de hoje, trazemos sete ótimas dicas para que a  sua empresa tenha um home office produtivo.

À medida que todos se adaptam ao modelo mais moderno de trabalho remoto, a empresa tem muito a ganhar. Veja como ter um home office mais produtivo em seu negócio!

(Leia também: Crise empresarial: 7 iniciativas para superar a tormenta)

1. Se certifique de que as condições básicas estão dadas

O ponto de partida para um home office produtivo é o chamado setup de todo o modelo. Não tem como o trabalho dar certo se o computador de um dos seus colaboradores estiver com problema, por exemplo. Também vai ser difícil de funcionar se a conexão de internet de um deles não for suficientemente boa.

Garantir as condições de trabalho à equipe que vai trabalhar remotamente é tarefa do líder. Além dos requisitos básicos citados acima, converse individualmente para avaliar demandas como atualização de software e uma cadeira mais confortável.

2. Valorize os momentos de foco total

No ambiente corporativo tradicional, interrupções são parte da rotina. Por mais que alguém esteja no meio de uma atividade importante, mais cedo ou mais tarde chega alguém para tirar uma dúvida ou pedir algo.

Uma das grandes vantagens do trabalho remoto é a possibilidade de se isolar de outras pessoas para ter momentos de foco total. O home office produtivo tem tudo a ver com o quanto cada colaborador consegue manter esse foco.

É natural que, em alguns momentos, a gente faça pausas para relaxar, buscar uma água na cozinha, ficar cinco minutos na varanda etc. Mas cabe ao gestor valorizar os momentos de foco total e passar esse conceito aos colaboradores.

3. Mantenha uma rotina de reuniões de alinhamento

Um dos riscos de interrupções no home office são as ligações, mensagens e e-mails de colegas de trabalho. Para evitar que essa fonte de distração ganhe corpo, procure manter uma rotina de reuniões de alinhamento.

Uma ideia é fazer esse call sempre no início da semana para estabelecer as metas e tarefas de cada colaborador. Isso vai fazer com que todos fiquem a par de suas obrigações e também minimiza a necessidade de contatos constantes durante o expediente. No entanto, é esperado que em algumas situações seja importante esse contato para resolver questões pontuais.

4. Fique atento a todos os colaboradores

À primeira vista, essa orientação pode soar como uma postura excessivamente controladora, mas a ideia não é essa. Ficar atento a todos os colaboradores quer dizer ter um olhar de maior sensibilidade para cada pessoa que compõe a sua empresa.

Quando os profissionais estão no dia a dia corporativo, fica mais fácil notar alguma mudança de comportamento ou insatisfação. No caso do trabalho remoto, isso só é possível na base da conversa e da cumplicidade. Procure se mostrar receptivo a demandas na medida do possível e mostre que a empresa está do lado do colaborador para o que ele precisar.

5. Incentive práticas que favorecem a produtividade

Quando estamos em casa, isolados em um escritório, temos todas as condições de nos concentrarmos melhor. Mas também existem aqueles famosos ladrões de produtividade, tais como as notificações do celular e outros objetos do ambiente que possam nos distrair.

Uma das atribuições do líder é incentivar a adoção de práticas que favorecem a produtividade. A primeira dica é deixar o celular ligeiramente fora do alcance ou silenciado. Claro que pode haver exceções, tais como nos dias em que aquele colaborador precisará ser contatado para dar sequência a determinada tarefa. Pequenas pausas para um lanche ou para leitura também nos ajudam a recarregar as baterias para voltar com foco total!

6. Encoraje a prática de atividades físicas

Trabalhar de casa cria a perigosa tentação do sedentarismo. Sem que nos demos conta, logo podemos ter as nossas atividades físicas limitadas a caminhadas do quarto para a sala e de lá para a cozinha.

Uma dica aos gestores é conversar com seu time e propor ações que vão além das tarefas do dia a dia corporativo. Incentive a prática de exercícios físicos como caminhada, musculação ou alguma atividade da preferência de cada um.

Lembre-se que manter o corpo ativo é bom também para a saúde mental, nos deixa em estado de alerta e, consequentemente, afeta positivamente a produtividade.

7. Adote um sistema de gestão de equipes

Se você realmente deseja que o trabalho remoto funcione bem, é recomendável contar com a ajuda da tecnologia. Existem sistemas próprios para gestão de equipes e de produtividade.

O Neotriad, por exemplo, permite que o líder e todos os colaboradores organizem as suas atividades, projetos e metas. O software tem uma série de funcionalidades que buscam tornar as pessoas mais produtivas em sua rotina.Quer ter um home office produtivo em seu negócio? Então conheça agora mesmo o Neotriad e faça um teste gratuito durante duas semanas!




Deixe seu comentário